Saiba como economizar dinheiro pra próxima viagem.

Este post vai te ajudar a poupar dinheiro pra uma nova viagem. Saiba mais: Mais »

Islas del Rosario e Isla Baru, passeio clássico de Cartagena de Indias

Um dos passeios mais procurados em Cartagena de Indias é o passeio até as Islas del Rosário e Isla Baru... Saiba como é... Mais »

Catedral de São Basílio, a igreja mais bonita do mundo!!!

Conheça a Catedral de São Basílio, um dos maiores cartões postais da Rússia e uma das igrejas mais bonitas do mundo. Mais »

Conheça o Parque Nacional Morrocoy, na Venezuela.

O Parque Morrocoy é um dos cantinhos mais bonitos do Caribe Venezuelano. Saiba mais. Mais »

 

Cachoeiras Almécegas (I e II) e muita chuva na cabeça!

Cachoeiras-Almecegas

As Cachoeiras Almécegas I e Almécegas II ficam bem pertinho da cidade de Alto Paraíso e por este motivo são bastante populares entre os visitantes da Chapada dos Veadeiros. Nós visitamos as 2 cachoeiras e contamos agora como foi nossa experiência, confira:


Acompanhe o DMEC no Instagram: @demochilaecaneca
Na Chapada dos Veadeiros nós usamos a hastag #dmecnachapadadosveadeiros


Cachoeiras Almécegas (I e II).

As Cachoeiras Almécegas I e Almécegas II, fazem parte dos atrativos da Pousada e Fazenda São Bento, um local que, além de cachoeiras, possui uma série de atividades interessantes como Rappel, Tirolesa, Passeios a cavalo etc.

Cachoeiras Almécegas

Cachoeira Almecegas I

A Fazenda fica localizada a apenas 9 km da cidade de Alto Paraíso e foi o segundo lugar que nós visitamos na Chapada dos Veadeiros.

Cachoeiras Almécegas-21

O “espirito da árvore”.

Depois de conhecermos o famoso Vale da Lua, corremos pra Fazenda São Bento, pois o pessoal lá do Vale da Lua nos falou que a Fazenda São Bento só permite a entrada às Cachoeiras até o Meio-dia.

Como saímos lá do Vale da Lua faltando 30 minutos pro Meio-dia, corremos pra chegar a tempo. Chegamos na fazenda após o Meio-dia mas não tinha sinal de que os portões seriam fechados. Pelo contrário, ainda tinham muitas pessoas chegando.

Para acessar as Cachoeiras Almécegas I e II é preciso pagar R$30,00. Além das duas Cachoeiras Almécegas, ainda existe uma terceira cachoeira (na verdade uma primeira, já que ela fica logo na entrada da fazenda) chamada Cachoeira São Bento. Para ter acesso a esta cachoeira é preciso pagar mais R$10,00.

Nós decidimos visitar primeiro as Cachoeiras Almécegas e na volta, se sobrasse mais tempo visitaríamos a São Bento.

Cachoeiras Almécegas-7

Estrada para as Cachoeiras Almécegas

Pagamos os 30 pilas e seguimos mais 6 km em uma rua de terra que leva ao estacionamento onde está o inicio datrilha que dá acesso a Cachoeira Almécega I.

Pouco antes de estacionarmos o tempo fechou e as primeiras gotinhas começaram a cair.

Como estávamos dentro do carro, guardamos a câmera grande e as coisas que não podiam molhar dentro de um saco de estanque e encaramos a trilha com chuva e tudo (nestas alturas a chuva já estava mais forte).

Almecegas I

A trilha que dá acesso à Almécega I tem aproximadamente 1,5 km e não apresenta grandes dificuldades, apesar de ter alguns trechos ingrimes com muitas pedras.

Cachoeiras Almécegas-12

E tome chuva…

Na metade do caminho chega-se a um mirante de onde é possível avistar a Almécegas I de frente. Porém, pouco antes de chegarmos neste mirante o mundo caiu! Pela primeira vez nesta viagem, tomamos um banho de chuva na Chapada dos Veadeiros!

E foi assim em todos os demais dias: De manhã tempo bom, esporadicamente sol; e de tarde tempo nublando e chuva forte caindo de uma hora pra outra! Mas nem foi tão ruim assim, pois estávamos esperando que as chuvas fossem mais constantes e pelas manhãs até sol fazia de vez em quando. Como estávamos esperando pegar chuvas todos os dias e durante o tempo todo, foi melhor do que pensávamos!

Chegamos ao mirante tomando muita chuva na cabeça e mesmo assim ainda tinham várias pessoas por lá. Ficamos alguns minutos observando a bela cachoeira e depois descemos até a base da Almécegas I, a cachoeira mais bonita da fazenda.

Cachoeiras Almécegas-22

Almécegas I

A partir do mirante, a trilha que dá acesso a cachoeira é um grande declive com algumas escadarias feitas para facilitar a descida.

Cachoeiras Almécegas-13

Descida até a base… E tome chuva!

Chegamos na base da Almécegas I ainda com chuva, mas a chuva já estava diminuindo. Mesmo com chuva, tinham muitas pessoas lá em baixo da cachoeira, mas é claro que nós não iríamos arriscar e entrar na água. Explico: Regra básica - Choveu, todo cuidado é pouco em cachoeiras!!! Quando chove existe uma grande possibilidade de acontecer o fenômeno chamado de Cabeça d’água. Como não conhecíamos a cachoeira, nem as características da região, não íamos correr o risco. (Não sabe o que é Cabeça d’água, no Youtube tem vários vídeos, mas um dos mais tensos é esse aqui… Entendeu porque é perigoso?)

Vale ressaltar que vimos acontecer uma Cabeça d’água nos cânions e logo depois de nossa a viagem a Chapada dos Veadeiros, viralizou um vídeo de uma Cabeça d’água que aconteceu no mesmo período em que lá estivemos, só que na Cachoeira de Santa Barbara.

A Cachoeira Almécegas I tem aproximadamente 50 metros de altura e para chegar até ela é preciso atravessar uma parte do rio a nado. Pelo que observamos, lá, na base da cachoeira, é bem raso e dá pra ficar bem de boa. Entre a base da cachoeira e o fim da trilha tem um grande poço que parece ser bem fundo.

Cachoeiras Almécegas-14

A única foto meia boca lá de baixo…

Ficamos algum tempo observando a Almécegas I e retornamos até o estacionamento. Pra voltar a trilha praticamente tinha se transformado em um córrego com várias “cachoeirinhas” embora a chuva tenha passado…

Chegando no estacionamento nos dirigimos até a bifurcação que dá acesso até a Cachoeira Almecegas II. Cometemos um erro muito comum entre os visitantes das cachoeiras. Pensamos que a trilha que dava acesso à Almecegas II era feito a partir do estacionamento da Almecegas I. Não é!

Andamos poucos metros e a Kombi da fazenda passou, por sorte o rapaz nos deu uma carona até o outro estacionamento, que na verdade é bem longe, uns 2 ou 3 km. No caminho muita gente na mesma situação. Como deixamos nosso carro lá no estacionamento da Almécegas I, resolvemos voltar com a Kombi até o estacionamento da Almecegas I e voltar de carro pra Almecegas II… No caminho conversamos bastante com o rapaz que nos contou entre outras coisas que algumas cachoeiras só aparecem quando chove bastante.

Então fica a dica: O estacionamento da Almecegas I fica longe do estacionamento da Almecega II.

Almecegas II

Almécegas

Início da trilha para a Almécegas II.

Retornamos de carro até o estacionamento da Almecegas II. A partir dali é necessário percorrer uma trilha fácil deaproximadamente 300 metros.

No caminho enquanto estávamos descendo pra cachoeira encontramos um rapaz que nos perguntou se estávamos indo nadar na cachoeira. Respondemos que talvez sim e ele nos disse que tava perigoso nadar lá porque tinha uma ariranha la no poço.

Na hora não lembrávamos o que era uma ariranha, mas até chegar lá, lembramos que é um bichinho parecido com uma foca, seu nome significa “Onça d’água” em Tupi-guarani, então como já estávamos meio preocupados em entrar na água pela Cabeça d’água, a Ariranha espantou de vez qualquer possibilidade de banho na Fazenda São Bento.

Em dois toques chega-se na Almécegas II, uma cachoeira de aproximadamente 10 metros, com um poço pra banho.

Cachoeiras Almécegas-4

Cachoeira Almécegas II

Cachoeiras Almécegas-3

Cachoeira Almécegas II

Cachoeiras Almécegas-18

Cachoeira Almécegas II

Quase não tinha ninguém por lá e até ficamos alguns minutos sozinhos na cachoeira, coisa meio rara neste período de Carnaval.

Cachoeiras Almécegas

aha uhu, a Almécegas II é nossa!

Ficamos por lá um tempo observando a Almécega II e procurando a tal ararinha e nos despedimos das Cachoeiras Almécegas.

Cachoeiras Almécegas-9

Policia de Choque na trilha.

Quando estávamos deixando a cachoeira tivemos uma surpresa na trilha, vários policiais do Choque da Policia Goiana. Lembramos que quando pegamos carona com os rapazes da Fazenda, eles nos disseram que nos feriados muita gente aproveita a grande quantidade de turistas e vai pra Chapada dos Veadeiros pra roubar (inclusive quando pegamos carona, eles estavam indo deixar um funcionário no estacionamento, pra ficar cuidando dos carros que ficavam estacionados). Confessamos que ficamos um pouco tensos, mas achamos muito válida esta visitinha dos PMs.

Deixamos as Cachoeiras Almécegas e voltamos para Alto Paraíso. Não visitamos a Cachoeira de São Bento, pois já estava bem escuro. Vai ficar para a próxima também.

Vimos muita gente fazendo as trilhas de chinelo e até descalços, mas como sempre recomendamos que usem calçados fechados, como tênis ou botas. Repelente e protetor solar também são fundamentais.

SERVIÇO: 

Fazenda São Bento:

Endereço: Estrada para São Jorge – Km 8 – GO 239 – Alto Paraíso de Goiás

O ingresso para as Cachoeiras Almécegas custa R$30,00
O Ingresso para a Cachoeira São Bento custa R$10,00

Informações: Pousada e Fazenda São Bento Fone: (62) 3459-3000

Gostou do post – Salve a figura abaixo no Pinterest – Aproveite pra nos seguir por lá.

Cachoeiras Almécegas


QUER AJUDAR O DMEC SEM GASTAR MAIS POR ISSO? 

Utilize os nossos parceiros e ajude nosso blog:

- Encontre e reserve sua hospedagem em Brasília, Alto Paraíso, São Jorge, Cavalcante ou em qualquer lugar do mundo, através do Booking.com. Você não paga nem um centavo a mais e ainda ajuda o blog! Lembrando que a maioria das reservas feitas através do Booking.com podem ser canceladas.

- Contrate seu seguro viagem através da nossa parceira Real Seguro, além de estar ajudando a manter o DMEC, você vai encontrar o melhor preço, pois a Real Seguro faz cotações com as melhores seguradoras do mercado!


Share

38 Respostas para Cachoeiras Almécegas (I e II) e muita chuva na cabeça!

  1. Já tem tempo que estou querendo visitar a Chapada. E se tem uma coisa q eu amo é cachoeira! Vontade de ir pra lá agora! rs

  2. Adorei essas cachoeiras a chapada dos veadeiros deve ser um lugar incrível, pena que só fui para a chapada diamantina

  3. Leo Vidal disse:

    Curti bastante as fotos e o post. Bem completo e explicativo. Mas o que mais me chamou atenção foi o “Espírito da Árvore”, que demais!!

  4. Que demais!! Um dos lugares mais incríveis que já estive. Essa água cura qualquer mal, não é não?! Já fui 5 vezes pra Chapada dos Veadeiros e tô sempre pensando em voltar! Delícia!

  5. Adorei saber sobre o passeio dessas cachoeiras!!! O dia que fizer esse passeio, virei aqui para conferir todas as dicas… Parabéns!!!

  6. Gê Azevedo disse:

    Confesso que dei um google para saber o que é almécega rsrs.

    Cês são muito animado de encarar trilha debaixo de toró.
    Eu também tenho pavooooor de cabeça d’água! Um colega de trabalho faleceu por causa de uma.
    No fim das contas vocês não viram a ariranha, né?

    • Itamar Japa disse:

      Haha, sabe que até agora não tive esta curiosidade Gê! Mas vou ver agora! rsrsr

      Então, quando chegamos lá ainda tava sol. O tempo mudou de uma hora pra outra, dái não dá pra desistir né! rsrs

      Tem que ficar esperto mesmo, Cabeça d’água é muito perigoso e as pessoas arriscam demais!

      Não vimos ariranha nenhuma, rsrrrs fiquei um tempão em silêncio no mato pra ver se ela aparecia. kkk

  7. Que lindo!!!
    Cachoeira sempre me passa uma energia incrível. Esse passeio deve ser revigorante!!
    Parabéns pelas fotos!!

  8. Incríveis essas cachoeiras. Quanto mais leio e vejo fotos da Chapada dos Veadeiros, mais vontade me dá de conhecê-la. É realmente uma obra-prima da natureza.

  9. Ana Flores disse:

    Eu adoro passeios à cachoeiras, mas tenho pavor de entrar na água! hahahah As que vocês postaram são lindas! E que legal que a chuva não abalou vocês! Parabens!

  10. Keul Fortes disse:

    Adorei as cachoeiras. São lindas! Mas corro de água gelada kkkkkkkkkkk Pelo que vi só a chuva que deixou a aventura um pouco perigosa né? Mas que bom que deu tudo certo. Parabéns pelo post! =)

  11. Que lugar lindo. Preciso muito conhecer a Chapada dos Veadeiros.

  12. Luis Felipe disse:

    Lindas as quedas dagua! Sempre bom sentir a força e a energia da natureza, mas claro, sempre com os cuidados necessários!! Ótima dica de passeio!

  13. Que cachoeiras lindas! E quanta chuva!!!
    Fazer trilha debaixo de chuva exige uma disposição extra né? Parabéns!!!
    Adorei o post!

  14. Simone Hara disse:

    Curti o post! Chapada dos Veadeiros é um destino que está na minha lista de desejos, então suas dicas vão ser muito úteis quando eu viajar pra lá!

  15. Naiara Back disse:

    Aí que show essas cachoeiras. É tão revigorante um dia na natureza, neh?

  16. Dayana disse:

    Lugar incrível… mesmo com chuva, não decepcionou, né? Quanto mais vejo suas fotos e relatos, fico com mais vontade de ir até a Chapada dos Veadeiros.

  17. Taís disse:

    Cachoeira é sempre uma boa ideia haha
    Que lindas essas, Itamar.. muito gostoso poder fazer um passeio assim na natureza :)

  18. que aventura! tem que estar ciente de que chove horrores e visitar com equipamento a prova dagua, só na gopro mesmo! eu com ctz ia me bater um pouco, principalmente nas trilhas, pois meu pe vira com facilidade :(

  19. Nossa, faz tempo que não vou a uma Cachoeira. Essas parecem valer muito a pena. Adorei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>