Saiba como economizar dinheiro pra próxima viagem.

Este post vai te ajudar a poupar dinheiro pra uma nova viagem. Saiba mais: Mais »

Islas del Rosario e Isla Baru, passeio clássico de Cartagena de Indias

Um dos passeios mais procurados em Cartagena de Indias é o passeio até as Islas del Rosário e Isla Baru... Saiba como é... Mais »

Catedral de São Basílio, a igreja mais bonita do mundo!!!

Conheça a Catedral de São Basílio, um dos maiores cartões postais da Rússia e uma das igrejas mais bonitas do mundo. Mais »

Conheça o Parque Nacional Morrocoy, na Venezuela.

O Parque Morrocoy é um dos cantinhos mais bonitos do Caribe Venezuelano. Saiba mais. Mais »

 

Conhecendo o centro histórico de Bogotá – La Candelaria.

CentroHistórico-da-cidade-de-Bogotá_plazabolivar

A Colômbia está se tornando um dos países mais queridos pelos brasileiros e ultimamente muita gente tem se encantado com as belezas de nosso vizinho do norte. Na maioria das vezes Bogotá é a porta de entrada do país e pra quem tá pensando em explorar a capital colombiana, nada melhor que começar por seu setor histórico. Neste post nós falamos sobre o belo Centro Histórico de Bogotá e seus principais atrativos, confira:


 Acompanhe o DMEC nas redes sociais: Instagram | Facebook | Twitter | Pinterest
Na Colômbia nós usamos a hastag #dmecnacolombia


Conhecendo o Centro Histórico de Bogotá

La Candelaria, conhecida também como o Centro Histórico de Bogotá é o local onde a cidade de Bogotá foi fundada. É o coração da capital colombiana e também o local onde estão os principais pontos de interesse turístico. Em La Candelária, estão também alguns dos mais importantes edifícios administrativos da Colômbia, entre eles a sede do governo nacional e residência oficial do Presidente da República.

Centro Histórico de Bogotá-31

Conhecendo o Centro Histórico de Bogotá.

Mesclando edificações do período colonial com edifícios mais modernos, as ruas estreitas do Centro Histórico de Bogotá são propicias para serem exploradas a pé. Caminhar pelo Centro Histórico é descobrir suas edificações, sua história, seus inúmeros museus e muitas outras coisas mais.

O que ver no Centro Histórico de Bogotá 

Dentre muitas atrações disponíveis no Centro Histórico de Bogotá, separamos algumas das mais destacadas. Confira:

  • Chorro de Quevedo

A pequena e encantadora pracinha é um dos locais mais históricos da Colômbia. Foi exatamente nesta localidade que os espanhóis montaram seu primeiro quartel em Bogotá, dando origem a cidade que seria fundada oficialmente alguns anos mais tarde.

Centro Histórico de Bogotá

O que ver em Bogotá: Chorro de Quevedo.

Habitado inicialmente por indígenas da etnia Muiscas, o local era utilizado para observação da região. Após a invasão espanhola se tornou quartel militar e muitos anos depois foi comprada por um padre (Augustin Quevedo) que transformou o local em uma fonte pública de água. Daí a origem do nome (Jorro/Esguicho do Quevedo).

Na pequena praça foi construída também a Ermita de San Miguel del Príncipe, uma réplica da primeira igreja de Bogotá.

Centro Histórico de Bogotá-Primeira igreja de Bogotá

Ermita de San Miguel del Príncipe – Réplica da primeira igreja de Bogotá.

O local foi destruído parcialmente após a queda de um muro e em 1969 foi reconstruído na forma da praça atual, que se baseou em antigas maquetes.

O local é rodeado por cafés, bares e restaurantes, além de lojas de souvenires.

  • Plaza Bolivar

Local da fundação oficial da cidade de Bogotá, a Plaza Bolivar é a principal praça da capital colombiana e também de todo o país.

Centro Histórico de Bogotá-Plaza Bolivar

O que ver em Bogotá: Plaza Bolivar.

O local que deu origem a cidade já foi mercado de camponeses, já abrigou o pelourinho dos espanhóis, já foi praça de toros, também foi local de fonte pública de água e serviu até como local para fuzilamentos de inimigos políticos.

Centro Histórico de Bogotá-Palacio Liévano

Plaza Bolivar – Palacio Liévano.

Em 1919 uma multidão acompanhou a chegada triunfante de Simom Bolivar e seus comandados após a vitória sobre os espanhóis na Batalha de Boyacá, vitória esta que consagrou a independência dos povos  latino americanos sobre a coroa espanhola.

Centro Histórico de Bogotá-Plaza Bolivar

Vista parcial da Plaza Bolivar.

Após a independência da Colômbia dos espanhóis, o local, que era chamado até então de Plaza Mayor, foi renomeado como Plaza de la Independência  até se tornar Plaza Bolivar em 1846. Uma estátua do libertador Simon Bolivar foi cravada no centro da praça, sendo a primeira estátua em homenagem a Bolivar. Em 1961 a praça ganhou uma remodelação e foi reinaugurada tal qual vemos nos dias de hoje.

Centro Histórico de Bogotá-Plaza Bolivar

Plaza Bolivar.

Com cerca de 14 mil metros quadrados é ponto de encontro dos principais eventos políticos de Bogotá. Foi cenário de grandes acontecimentos, como a independência em 20 de Julho de 1810 e o famoso Bogotazo de 1948. Eu mesmo tive a oportunidade de participar parcialmente de uma marcha de 100 mil pessoas com destino a Plaza Bolivar.

Centro Histórico de Bogotá-Plaza Bolivar

Plaza Bolivar.

Ao redor da Plaza Bolivar estão alguns dos mais importantes edifícios administrativos da Colômbia. Dentre os quais podemos citar o Palacio de Justicia, o Capitolio Nacional, a Catedral Primada de Colombia, a Casa del Cabildo Eclesiástico, a Capilla del Sagrario, o Palacio Arzobispal, o Palacio Liévano, e o Colegio Mayor de San Bartolomé.

Centro Histórico de Bogotá-Plaza Bolivar

Catedral Primada de Colombia, Casa del Cabildo Eclesiástico, Capilla del Sagrario e um pedaço do Palacio Arzobispal.

Centro Histórico de Bogotá-Capitolio Nacional

Capitólio Nacional de Bogotá.

Centro Histórico de Bogotá-Catedral de Bogotá

Interior da Catedral de Bogotá.

A maioria das edificações são em estilo neoclássicos e apenas a Capilla del Sagrario é uma construção original do período colonial.

Além das imponentes edificações e possíveis protestos, também podemos encontrar na Plaza Bolivar muitos pombos e algumas llamas destinadas a fotos com turistas.

Centro Histórico de Bogotá-Pombos e lhamas na Plaza Bolivar.

Pombos e lhamas na Plaza Bolivar.

  • Casa de Nariño

Sede do governo da Colômbia,  a Casa de Nariño, ou Palácio de Nariño é também a residência oficial do presidente da República.

Centro Histórico de Bogotá-Casa de Nariño

O que fazer em Bogotá: Casa de Nariño.

Antiga residência de um dos mais importantes próceres da independência colombiana, Antonio Nariño y Álvarez, a Casa de Nariño é uma bela edificação no estilo neoclássico localizada a alguns metros da Plaza Bolivar.

Por ser a sede do governo, a região é muito bem guardada com muitos militares, seguranças e vigilância constante.Confesso que até fiquei meio tenso pra chegar perto da casa, além de levar várias gerais, levei uma bronca quando fui tirar foto mais de perto.

Centro Histórico de Bogotá-Segurança no Palácio de Nariño.

Segurança no Palácio de Nariño.

Nas segundas, quartas, quintas e domingos às 16h30 é possível observar a cerimônia da troca da guarda presidencial a partir das ruas laterias do palácio.

Também é possível visitar o interior do palácio através de visita guiada que deve ser agendada com antecedência através do site oficial do governo da Colômbia.

  • Igreja Nossa Senhora do Carmo (Iglesia de Nuestra Señora del Carmen)

No alto das ladeiras de La Candelaria destaca-se a bela e pitoresca igreja vermelha e branca. Trata-se da Igreja Nossa Senhora do Carmo, uma das igrejas mais belas de Bogotá.

Centro Histórico de Bogotá-Igreja Nossa Senhora do Carmo

O que ver em Bogotá: Igreja Nossa Senhora do Carmo.

Construída à partir de 1926, a igreja foi inaugurada em 1938. Sua arquitetura em estilo gótico, tem influência do estilo bizantino e do árabe. Repare que as listas vermelhas são na verdade tijolos a vista, uma das características arquitetônicas de Bogotá, que só fica atrás de Londres no que se refere a este tipo de fachada.

Centro Histórico de Bogotá-Igreja Nossa Senhora do Carmo

Detalhes da Igreja Nossa Senhora do Carmo.

É possível visitar o interior da igreja e embora eu não tenha visitado, sei que é muito bonita.

  • Igreja da Candelária (Iglesia de La Candelaria)

A pequena Igreja da Candelária foi construída em 1686 e fazia parte do Convento de La Candelaria. É considerada Patrimonio Nacional da Colômbia desde 1975, sendo uma das igrejas mais importantes de Bogotá.

Centro Histórico de Bogotá-Igreja da Candelária.

O que fazer em Bogotá: Igreja da Candelária.

O bairro de La Candelaria, que engloba a maior parte do setor histórico de Bogotá, tem este nome justamente pela Igreja da Candelária. Apesar de modesta a igreja é bastante histórica e merece uma visita.

Centro Histórico de Bogotá- Igreja da Candelária.

Interior da Igreja da Candelária.

Além disso, a igreja fica localizada em uma região repleta de atrativos como o Museu Botero, Casa da Moeda, Biblioteca Luis Angel Arango, Museu de Arte entre outras atrações.

  • Museu Botero (Museo Botero) 

O Museu Botero é dedicado a um dos artistas mais importantes da Colômbia, o renomado Fernando Botero.

Fundado em 2000, o Museu funciona em um edifício histórico, que outrora abrigou o Palácio do Arcebispo, além de ser residencia de inúmeros personagens destacados em suas épocas.

Centro Histórico de Bogotá-32

O que ver em Bogota: Museu Botero – Foto do Museu Antioquia de Medellin*

O acervo do Museu é formado por 123 obras do artista, além de 85 obras de artistas internacionais. Todas as obras foram doadas pelo próprio Botero.

A visita ao Museu Botero é gratuita e acontece todos os dias das 9h às 19h. Nos domingos e feriados o museu funciona das 9h até às 17h. O Museu não abre nas terças-feiras (*exatamente o dia em que visitei o centro histórico).

Para maiores informações acesse o site oficial do Museu Botero.

O Museu Botero fica localizado na Manzana Cultural (quarteirão cultural) de Bogotá e junto a ele estão o Museu Casa da Moeda e o Museu de Arte Miguel Urrutia – MAMU, ambos com entrada gratuita.


 LEIA TAMBÉM:

- CATEDRAL DE SAL DE ZIPAQUIRÁ – OPÇÃO DE BATE E VOLTA A PARTIR DE BOGOTÁ 
COMO É SUBIR O CERRO DE MONSERRATE 


 

  • Casa da Moeda (Casa de la Moneda)

Com cerca de 19 mil itens o Museu da Casa da Moeda de Bogotá exibe as moedas utilizadas na Colômbia desde o período colonial. O edifício, do século XVII, foi declarado Monumento Nacional em 1975 e desde 1996 foi aberto ao público como museu.

Centro Histórico de Bogotá-Casa da Moeda.

O que fazer em Bogotá: Casa da Moeda.

Fundada em 1621, pelo rei Felipe III da Espanha, a antiga Casa da Moeda tem o mérito de cunhar as primeiras moedas de ouro da América, no ano de 1622.

Entre o acervo é possível observar o desenvolvimento do processo de confecção da moeda na Colômbia. São milhares de itens entre moedas, medalhas, notas, máquinas, mobiliários e elementos de cunhagem e emissão de notas.

  • Museu do Ouro de Bogotá

Localizado ao norte do distrito histórico de La Candelaria, o Museo del Oro é um dos passeios mais espetaculares da capital colombiana.

Museu do ouro de Bogotá-Museu do Ouro

O que ver em Bogotá: Museu do Ouro.

O museu possui mais de 54 mil objetos, sendo considerado o museu mais importante do mundo no estilo.

Museu do ouro de Bogotá-Museu do Ouro

Acervo do Museu do Ouro.

Fundado em 1939, o Museu do Ouro de Bogotá conta com 5 salas com exposições permanentes que contam a história do ouro na Colômbia, desde muito antes dos espanhóis aparecerem e “descobrirem” a América…

Nós fizemos um post completo sobre o Museu do Ouro de Bogotá, confira.

Além de todas as atrações citadas o Centro Histórico de Bogotá possui uma infinidade de atrações. São muitas igrejas, centro culturais, museus, casas coloniais, bibliotecas etc espalhadas por todos os lados. Não existe risco de não ter o que fazer em Bogotá, basta ir ao centro histórico e procurar o que você mais gosta!

  • Centro Cultural Gabriel Garcia Marquez

Arquitetado pelo famoso arquiteto colombiano Rogelio Salmona, o Centro Cultural Gabriel Garcia Marquez conta com mais de 9.500 metros quadrados dedicados a cultura.

O espaço conta com uma programação gratuita nos mais segmentados estilos culturais.

  • Igreja e Museu Santa Clara (Iglesia Museo de Santa Clara)

Construída em 1647 a Igreja Santa Clara mantém a decoração original das igrejas da época, com vários retábulos barrocos, pinturas a óleo do século XVII e XVIII, imagens, murais etc. São mais de 140 peças caprichosamente esculpidas em madeira, folhadas a ouro etc. 

Centro Histórico de Bogotá-Igreja e Museu Santa Clara

O que fazer em Bogotá: Igreja e Museu Santa Clara

A Igreja é considerada como uma das  joias arquitetônicas e artísticas  mais importantes do período colonial colombiano.

De terças à quintas o museu abre das 9h às 17h; nos sábados e domingos das 10h às 16h. O Museu não funciona nas segundas feiras. O valor da entrada é de 3 mil pesos colombianos.

  • Museu Militar da Colômbia (Museo Militar de Colombia)

O Museu dedicado a história militar da Colômbia fica em um edifício construído entre os anos de 1911 e 1913, no local onde morou o capitão Antonio Ricaurte, um dos heróis da independência da Colômbia.

Centro Histórico de Bogotá-Museu Miitar

O que fazer em Bogotá: Museu Militar

O museu caiu de paraquedas em meu roteiro já que sentei em sua porta pra me orientar e me localizar no mapa e quando me dei conta estava na porta de um museu gratuito. Claro que cai pra dentro e foi uma visita interessante.

Neste museu aprendi algumas coisas interessantes, inclusive descobri que a Colômbia participou da Guerra na Península da Coreia, na disputa entre o norte e sul.

Centro Histórico de Bogotá-Museu Militar

Detalhes da guerra na Coreia com participação da Colômbia.

Dentre muitos itens militares expostos, estão armas, uniformes, veículos de combates e curiosidades sobre a história e evolução das forças armadas da Colômbia. Aliás pra quem gosta de armas este museu é interessantíssimo.

Centro Histórico de Bogotá-Museu Militar

Muitas armas no Museu Militar.

  • Igreja de São Agostinho (Iglesia de San Agostin)

Construída entre os anos de 1642 e 1668 a Igreja de San Agostin é uma bela igreja localizada atrás da Casa de nariño. Sua arquitetura em pedras destaca-se e destoa de sua torre branca.  Seu interior é repleto de detalhes em ouro.

Centro Histórico de Bogotá-10

O que fazer em Bogotá: Igreja de San Agostin

A igreja foi centro da Batalha de São Agostin, quando em 1862 revoltosos militares tentaram dar um golpe no presidente da época.

Centro Histórico de Bogotá-Igreja de San Agostin

Igreja de San Agostin

Não pense que acabou, se você tiver mais tempo o Centro Histórico de Bogotá tem inúmeras opções de entretenimento. São dezenas de museus, igrejas, centros culturais, restaurantes, bibliotecas, enfim tem muita coisa pra fazer!

Como foi visitar o Centro Histórico de Bogotá 

Meu planejamento era visitar o Cerro Monserrate, descer e terminar o dia explorando o Centro Histórico de Bogotá, mas como neste dia estava acontecendo uma Marcha Patriótica tive que mudar os planos e ir visitar a Catedral de Sal  de Zipaquirá no dia reservado para o Centro Histórico.  Por este motivo, minha visita a Zipaquirá foi prejudicada um pouco e acabei não podendo explorar a cidade por falta de tempo, de qualquer forma, foi um passeio super legal que recomendo imensamente, confira como foi aqui!

Centro Histórico de Bogotá-Centro Histórico de Bogotá

Detalhes do Centro Histórico de Bogotá.

Deixei então pra conhecer o Centro Histórico no outro dia e comecei bem cedo. Pra chegar ao centro histórico de onde estava, utilizei o Transmilênio, que é a melhor maneira de se locomover em Bogotá.

Centro Histórico de Bogotá-4

Lá vem o Transmilênio… Ao fundo o Cerro Moncerrate.

Chegando ao Centro Histórico, o percorri sempre a pé. A grande maioria das atrações ficam próximas e a região é uma área bem segura, já que abriga alguns dos prédios administrativos mais importantes do país.

Centro Histórico de Bogotá-20

Casas de tijolos a vista – Característica marcante de Bogotá.

O Centro Histórico de Bogotá possui uma infinidade de atrativos e para conhecer todos é preciso bastante tempo. Para visitar os principais atrativos uns 2 dias são suficientes.

Centro Histórico de Bogotá-La Candelaria

Ruas coloridas de La Candelaria.

Meu roteiro pelo centro histórico de Bogotá foi feito em um dia percorri a maioria dos atrativos citados acima e na outra metade de um dia fui ao Museu do Ouro, onde fiquei bastante tempo.


QUER AJUDAR O DMEC SEM GASTAR MAIS POR ISSO? 

Utilize os nossos parceiros e ajude nosso blog:

- Encontre e reserve sua hospedagem em Bogotá, ou em qualquer lugar do mundo, através do Booking.com. Você não paga nem um centavo a mais e ainda ajuda o blog! Lembrando que a maioria das reservas feitas através do Booking.com podem ser canceladas.

- Contrate seu seguro viagem através da nossa parceira Real Seguro, além de estar ajudando a manter o DMEC, você vai encontrar o melhor preço, pois a Real Seguro faz cotações com as melhores seguradoras do mercado!


Share

12 Respostas para Conhecendo o centro histórico de Bogotá – La Candelaria.

  1. Ta aí um país que ainda não conhecemos e por enquanto ainda não está nos planos, mas tenho gostado de ler a respeito. Este post está bom demais e vai ajudar neste planejamento para um futuro que eu espero, não seja distante.

  2. Sonia disse:

    Adoro essas grandes praças que muitas cidades da América Latina possuem, são lindas e cheias de história! Bogotá está nos meus planos, adorei o post!

  3. Bruno Miguel disse:

    Belo post! As fotos estão muito boas… Que vontade de conhecer Bogotá! :)

  4. Que post incrível e super completo!! Quero muito conhecer a Colômbia ano que vem e com certeza suas dicas vão ajudar demais!! :)

  5. Fascinada com tantos prédios, igrejas e museus lindos e interessantes para visitar em Bogotá, a cidade super está na minha lista e seu post é um ótimo guia de um roteiro pelo centro histórico da cidade.

  6. Luiza Cardoso disse:

    Que show de post! Sempre leio sobre as praias da Colômbia, mas nunca nem ouvi ninguém falar ou escrever sobre a parte histórica do país!
    Adorei o centro de Bogotá, uma graça! Essa Igreja Nossa Senhora do Carmo é linda! Super diferente, né? Não é atoa que é uma das mais belas! Mas o que achei mesmo um charme foi essas lhamas junto com os pombos na Plaza Bolivar. Que demais! Não tinha ideia de que existisse um lugar como esse! hahaha! Fora a enormidade dela que é surpreendente, 14 mil metros quadrados? Gente, é muitoooo grande hein! haha! =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>