Saiba como economizar dinheiro pra próxima viagem.

Este post vai te ajudar a poupar dinheiro pra uma nova viagem. Saiba mais: Mais »

Islas del Rosario e Isla Baru, passeio clássico de Cartagena de Indias

Um dos passeios mais procurados em Cartagena de Indias é o passeio até as Islas del Rosário e Isla Baru... Saiba como é... Mais »

Catedral de São Basílio, a igreja mais bonita do mundo!!!

Conheça a Catedral de São Basílio, um dos maiores cartões postais da Rússia e uma das igrejas mais bonitas do mundo. Mais »

Conheça o Parque Nacional Morrocoy, na Venezuela.

O Parque Morrocoy é um dos cantinhos mais bonitos do Caribe Venezuelano. Saiba mais. Mais »

 

Getsemaní, o bairro preferido pelos mochileiros em Cartagena.

getsemani-23

Getsemaní é um dos bairros mais populares de Cartagena de Indias. Já foi um dos lugares mais perigosos da cidade, mas hoje é um lugar pulsante, cheio de história e preferido pela maioria dos mochileiros que visitam Cartagena. Conheça Getsemaní:

Acompanhe o DMEC no Instagram: @demochilaecaneca
Na Colômbia nós usamos a hastag #dmecnacolombia

Getsemaní – Cartagena de Indias

Getsemaní, é um famoso bairro de Cartagena conhecido por ser o destino preferido dos mochileiros. O bairro é repleto de hosteis, que normalmente são bem mais baratos do que os localizados no interior da cidade murada.

getsemani-14

Getsemaní

Historicamente, Getsemaní é o bairro onde vivem as classes populares, e isso acontece desde os tempos do domínio espanhol. Seus moradores, os getsemanicenses, tiveram participação ativa em vários capítulos da história cartagenera, inclusive foram os pioneiros a conspirar contra a coroa espanhola, dando origem ao movimento que desencadeou a independência definitiva da cidade de Cartagena de Indias.

Getsemaní

Getsemaní ainda mantém a essência Cartagenera.

Getsemaní já se chamou “Urbanización Arrabal”  em um período que apenas a cidade que fica no interior das muralhas era chamada de Cartagena de Indias. Neste tempo Getsemaní era uma ilha que ficava em frente da cidade murada, separada pelo antigo Caño de San Anastasio, um canal que foi aterrado, transformando-se no bairro de La Matuna. O único acesso à cidade murada era feito através de uma ponte levadiça.

getsemani-5

Detalhes de Getsanamí.

Com o passar dos anos, Getsemaní tornou-se um bairro boêmio, repleto de zonas de prostituição e também tráfico de drogas. Seus frequentadores eram basicamente bêbados, drogados e pessoas “não muito amigáveis”.

Nas últimas décadas o bairro vem se transformando e as construções decadentes começam a ganhar cores, transformando-se em hosteis, hotéis e restaurantes.

Já é mais comum ver  mochileiros, do que “pessoas não muito amigáveis”.  No futuro, muito provavelmente, o antigo bairro popular se transformará em um reduto de gringos, onde as casas coloniais, outrora pertencente aos cartageneros, serão empreendimentos turísticos transformados em lojas, hospedagens e restaurantes.

Getsemaní - Hostels

Getsemaní toda colorida, nem precisa falar que ali é um hostel né?

Estive em Cartagena 2 vezes e já percebi uma grande mudança de um ano pro outro. Me lembro que na segunda vez na cidade, em uma conversa com um morador do bairro, ele nos contou entristecido que investidores americanos e panamenhos caçavam moradores com propostas irrecusáveis e embora muitos getsemanicenses resistissem até o último, vários sediam e vendiam seus imóveis.  Foi o que aconteceu com o interior da cidade murada, que praticamente já não tem mais moradores e quase tudo gira em torno do turismo (embora existam muitos moradores que se recusem a sair). Caminhando por Getsemaní não é difícil encontrar placas com as inscrições “NO SE VENDE!” (dei mole e não fotografei!).

getsemani-6

Frutas frescas, um pouco do cotidiano de Cartagena.

Ainda assim, por enquanto, o bairro de Getsemaní resiste e continua sendo uma mistura de bairro popular com bairro turístico. É uma boa alternativa pra sentir um pouco da cidade nativa de Cartagena, que de certa forma mantém a essência da cidade real e contrasta com o “luxo” e o artificial do interior da muralha. Em Getsemaní ainda é possível encontrar moradores nativos e sentir um pouco da cidade, antes da invasão turística.

Como já falei, é em Getsemaní que estão os melhores preços de hospedagem, além disso, é possível encontrar também lugares mais baratos pra comer e até os mercados possuem preços mais baixos.

Quem já leu Gabriel Garcia Marquez pode se identificar com os cenários descritos nas obras do famoso escritor colombiano.

Ao contrário de anos atrás, o bairro já não é tão perigoso, mas ainda assim, não é bom circular desatento pelas ruas escuras da noite  getsemanicense. E todo cuidado é pouco, como em qualquer lugar do mundo!


LEIA TAMBÉM:

- O QUE FAZER EM CARTAGENA – GUIA COMPLETO.
- COMO É FAZER O PASSEIO ATÉ AS ISLAS DEL ROSARIO E ISLA BARU.


O que ver em Getsemaní

Casas Coloniais

Assim como o interior da cidade murada de Cartagena, o bairro de Getsemaní é repleto de construções do período colonial. Muitas estão caindo aos pedaços, mas também existem várias bem bonitas e bem preservadas. Claro, as que foram compradas e transformadas em hosteis são as mais bonitas e coloridas.

getsemani-8

Casas Coloniais em Getsemaní.

Calle Media Luna

A Calle Media Luna é a artéria do bairro Getsemaní. É nesta rua que estão a maioria dos hostels, restaurantes e também a maior parte do comércio local destinado aos próprios moradores da cidade. É o lugar ideal pra sentir o cotidiano natural que por enquanto resiste ao “boom” turístico, mas claro tira uma casquinha.

getsemani-17

Aquele cochilinho tranquilo à sombra do carrinho.

Iglesia de la Tercera Orden

Esta igreja foi construída no século XVIII e teve grande importância no período colonial, pois era a igreja onde os militares mortos recebiam honrarias antes de serem sepultados. Diz a lenda que é nesta igreja que está sepultado o icônico general espanhol Don Blas de Lezo, que com apenas um olho, uma perna e um braço, defendeu a cidade heroicamente contra um ataque inglês, considerado o maior ataque marítimo que Cartagena já sofreu.

getsemani-10

Iglesia de la Tercera Orden

Convento de San Francisco

Ao lado da igreja da terceira ordem está o Convento e Igreja de San Francisco, construído em 1555, o convento foi destruído por piratas franceses em 1559, sendo restaurado em 1560. Serviu de residência para os inquisidores que chegaram a Cartagena em 1610. Atualmente funciona como um centro comercial pois está ao lado do Centro de Convenções que fica no bairro de La Matuna.

Teatro Colón e Teatro Cartagena

Ao lado do Convento de San Francisco, de frente ao Camellón de los Mártires e consequentemente da Torre del Reloj, estão o Teatro Colón e o Teatro Cartagena. Um mais antigo (Colón) e um mais recente (Cartagena). Não visitamos nenhum dos 2.

Getsemaní

Teatro Colón e Teatro Cartagena

Iglesia de la Trinidad

Fundada em 1643, a Iglesia de la santísima Trinidad, está localizada na praça de mesmo nome, a Plaza de la Trinidad.

getsemani-12

Iglesia de la Trinidad

Esta é a única praça da cidade que mantém o nome original e mesmo após a independência da coroa espanhola, apesar de todo simbolismo que o local representa, os moradores não aceitaram o novo nome, que seria Plaza de la Liberdad.

Foi nesta praça que os getsemanicenses se concentraram antes do combate de 11 de novembro de 1811, que resultou na assinatura da ata da independência de Cartagena. Diz a lenda que foi neste local que foi dado o grito da Independência.

getsemani-13

Quase!!!

Murallas del barrio Getsemaní

Com altura média de 6 a 8 metros as muralhas do bairro de Getsemaní são recordações dos tempos em que Getsemaní participou ativamente das diversas batalhas do período colonial, tanto na defesa de ataques invasores, como na independência de Cartagena. Foi pelo bairro de Getsemaní que os ingleses invadiram a cidade, o que levou o rei espanhol a construir a maior fortaleza militar construída na América do sul, o Castillo San Felipe de Barajas.

Bares de Getsemaní

O espirito boêmio predominante em Getsemaní é responsável por diversos bares. Dentre os mais famosos estão o Café Havana, o Bar ético e o Bazurto Social Clube, este último fica na fronteira entre o bairro de Getsemaní e o bairro de La Matuna, atrás do Parque Centenário, era um dos bares preferidos de Gabriel Garcia Marquez.

getsemani-15

Café Havana, um dos bares mais animados de Cartagena.

Além dos bares muitos hostels existentes na região fazem festas abertas ao púbico, mais um motivo pelo qual o púbico jovem prefere os hostels de Getsemaní.

Cabildo de Getsemaní

Esta festa de origem negra acontece em novembro, junto das comemorações das festas pátrias de Cartagena. Tradicionalmente a festa é uma recordação dos povos negros dos tempos da escravidão, quando eram impedidos de fazer festas pelos senhores espanhóis. Como os espanhóis não conseguiam conter os rituais dos escravos, liberavam os escravos por alguns dias específicos. O Cabildo foi uma ordem de 1573 que estabeleceu que os negros não poderiam festejar nos domingos e feriados e os escravos que descumpriam as ordens eram castigados terrivelmente. A festa tem como objetivo recordar este período e comemorar o fim deste triste capitulo da história. O Cabildo de Getsemaní é comemorado justamente no domingo.

getsemani-21

Cabildo de Getsemaní.

Além dos principais atrativos, descritos acima, vale ressaltar que Getsemaní é caminho obrigatório para visitar o Castillo San Felipe de Barajas, então se você for visitar a fortaleza de maneira independente (o que recomendamos)  vale a pena conhecer o bairro de Getsemaní no mesmo dia.

Também vale ressaltar que entre Getsemaní e a cidade murada fica o bairro de La Matuna. É em La Matuna que estão alguns atrativos interessantes como o Centro de Convenções, o Muelle de los Pegasus, o Camellón de los Mártires, o Parque Centenário e um pouco mais distante, o Monumento India Catalina.

getsemani-20

O monumento India Catalina e a fortaleza San Felipe de Barajas aos fundos… e o sinaleiro de coadjuvante.

getsemani-18

Los Pegasus.

Getsemaní também é o bairro por onde você vai passar se optar utilizar o transporte público na chegada do Aeroporto Internacional Rafael Núñez, o aeroporto de Cartagena de Indias. O bairro fica a apenas 5 minutos (a pé) da cidade murada.

getsemani-4

Chegando em Cartagena, atravessando o bairro Getsemaní.


QUER AJUDAR O DMEC SEM GASTAR MAIS POR ISSO? 

Utilize os nossos parceiros e ajude nosso blog:

- Encontre e reserve sua hospedagem em Cartagena de Indias, ou em qualquer lugar do mundo, através do Booking.com. Você não paga nem um centavo a mais e ainda ajuda o blog! Lembrando que a maioria das reservas feitas através do Booking.com podem ser canceladas.

- Contrate seu seguro viagem através da nossa parceira Real Seguro, além de estar ajudando a manter o DMEC, você vai encontrar o melhor preço, pois a Real Seguro faz cotações com as melhores seguradoras do mercado!


Share

24 Respostas para Getsemaní, o bairro preferido pelos mochileiros em Cartagena.

  1. Thais disse:

    Ola
    Nossa Cartagena deve ser muito legal. Tenho muita vontade de conhecer. Estou acompanhando suas fotos pelo Instagram e estão lindas.
    Lugar colorido, alegre.
    Gostei das dicas e anotei para a próxima viagem
    Beijos
    Thais – Blog Love and Travel

  2. Adorei esse lugar!!! Agora tenho mais um motivo para conhecer Cartagena!!

  3. Lívia Bellotti disse:

    Caramba, quanta história legal! Gosto muito quando a história do lugar é contada, a vontade de conhecer aumenta. Parabéns pelo post, bem detalhado e cheio de dicas bacanas!

  4. Deisy Rodrigues disse:

    Com certeza uma boa opção pra se hospedar em Cartagena, ainda mais pelas opções de hostel, um tipo de hospedagem que curto bastante. Adoro seus posts cheio de história e informações interessantes.

  5. Débora Resende disse:

    Até eu que ainda não conheço pessoalmente já amei o bairro, só pelo seu post! haha adorei as informações e principalmente as fotos!

  6. Guaciara disse:

    Cartagena é um destino dos sonhos para mim, mas fico prorrogando por causa das crianças, me passa a impressão de não ser fácil e proveitoso ir com eles!

    • Itamar Japa disse:

      Não posso opinar muito, porque não tenho a minima experiência com crianças, mas acho que poderia ser interessante, tenho certeza que eles adorariam as praias e as casinhas coloridas… até mesmo as coloridas palenqueras. :)

  7. Alyssa disse:

    Que lugar charmoso! Nunca tinha considerado conhecer Cartagena mas esse post deu vontade :) Especialmente por saber que tem uma parte que já é conhecida pelos mochileiros hahaha

  8. Que riqueza de cores! :) Lugar muito bacana e com seu post deu ainda mais vontade de conhecer!

  9. Adorei viajar até Cartagena com você nesse post super completo e rico de cultura e dicas desse bairro pitoresco! Lindo!

  10. Sonho em conhecer Cartagena, amei o seu post.
    Que lugar cheio de energia e cores. Acho que esse tipo de destino que ainda mantém a essência e que não foi totalmente engolido pelo boom turístico é o que mais vale a pena visitar.
    Parabéns pelas fotos, estão muito bonitas

  11. Bairro lindinho demais! Adorei o post e as fotos, um dia ainda vamos lá. Parabéns pela matéria. Abraços, Cristina e Renato.

  12. Leonardo Klein disse:

    Boa tarde. Do aeroporto até a calle media luna, tem como pegar onibus ou somente de taxi?

    Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>