Saiba como economizar dinheiro pra próxima viagem.

Este post vai te ajudar a poupar dinheiro pra uma nova viagem. Saiba mais: Mais »

Islas del Rosario e Isla Baru, passeio clássico de Cartagena de Indias

Um dos passeios mais procurados em Cartagena de Indias é o passeio até as Islas del Rosário e Isla Baru... Saiba como é... Mais »

Catedral de São Basílio, a igreja mais bonita do mundo!!!

Conheça a Catedral de São Basílio, um dos maiores cartões postais da Rússia e uma das igrejas mais bonitas do mundo. Mais »

Conheça o Parque Nacional Morrocoy, na Venezuela.

O Parque Morrocoy é um dos cantinhos mais bonitos do Caribe Venezuelano. Saiba mais. Mais »

 

Conheça o maior conjunto de Cânions da América do Sul.

Canions (2)

Os Cânions existentes na divisa de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul fazem parte do maior conjunto de Cânions da América do Sul. Nós estivemos conhecendo um pouco deste lugar fantástico e ficamos deslumbrados com tamanha beleza. Confira:

Acompanhe o DMEC no Instagram: @demochilaecaneca
Em Santa Catarina nós usamos a hastag #dmecemSC
No Rio Grande do Sul nós usamos a hastag #dmecnoRS

Já tínhamos ouvido falar que a região é muito bonita, mas sinceramente, é muito mais bonita do que estávamos  imaginando! Saímos com a certeza de que temos o dever de voltar pra conhecer um pouco mais daquele lugar maravilhoso, mas enquanto não voltamos, contamos pra vocês como foi nossa trip.

A Viagem até o maior conjunto de Cânions da América do Sul

Canions

Estrada vazia em pleno carnaval.

Saímos de Curitiba pela BR-116 e para nossa alegria a estrada estava bem vazia, ao contrário da BR-101, que normalmente fica completamente lotada em feriados (fomos pra lá em um feriado de carnaval).

Tivemos a ideia de dar uma passada pela famosa Serra do Rio do Rastro, que é considerada como uma das estradas mais bonitas do mundo.

Como é caminho, também demos uma paradinha em São Joaquim, a famosa cidade catarinense que se destaca pelo frio.

Canions-2

Maicon (Frejat) e eu curtindo os 13 ºC do verão de São Joaquim. Foto: Kessley Pereira.

E como Curitibano, especialista em frio, posso falar: São Joaquim é uma cidade fria mesmo…

Enquanto nos aproximávamos da Serra, as placas sinalizavam gelo na pista, mas o que realmente existia, e com uma intensidade muito forte, era uma bela de uma cerração.

Na verdade, era uma cerração tão forte, que mal dava pra ver um metro adiante, parecia uma imensa cortina branca com alguns pontos de luz em dest

Resumindo, chegamos no mirante da Serra do Rio do Rastro, que dizem ser muito bonito, e não tivemos visibilidade nenhuma. Vimos apenas uma grande e intensa parede branca.

Canions-3

Será que a cerração tava forte???

Descemos metade da serra com bastante dificuldade visual e após quase 14 horas de viagem, desde Curitiba, chegamos em Praia Grande – Santa Catarina, uma das cidades base para exploração dos Cânions.

Conhecendo o maior conjunto de Cânions da América do Sul

A principal e mais cobiçada atração da região é a Trilha do Rio do Boi, que é realizada no interior do Cânion Itaimbezinho, no Parque Nacional Aparados da Serra. A caminhada percorre o leito do Rio do Boi, dentro das fendas do Itaimbé, que chegam a ter até 720 metros de altura. A trilha leva de 6 a 8 h pra ser percorrida, em um percurso de extrema beleza e dificuldade média/alta. Esta trilha só pode ser feita em acompanhamento de guias cadastrados.

Nós tínhamos agendado nossa trilha pra uma determinada data, mas tínhamos pouca esperança de fazê-la, pois a trilha estava fechada durante toda a semana que antecedeu nossa chegada, o motivo: choveu muito na região e o nível do rio estava muito alto. Pra piorar a situação, na noite em que chegamos choveu novamente.

Esperamos que o rio baixasse durante 3 dias, mas mesmo baixando dia a dia, não baixou o suficiente a ponto de permitir o nosso acesso a trilha. Fica pra próxima!

Mas além da trilha do Rio do Boi, a região possui uma infinidade de atrações e para conhecer a maioria das trilhas e passeios da região é necessários uns 10 dias.

Canions-14

Conhecendo o maior conjunto de Cânions da América do Sul

Nós conhecemos duas das principais atrações em dias diferentes, mas acredito que se bem planejado, é possível fazer as duas trilhas que fizemos em um único dia. Ambas são de difícil acesso e exigem bastante do carro, sinceramente quem tem carro pequeno deve pensar duas vezes. Meu carro é um pouco mais alto, mas mesmo assim sofreu. É possível contratar guias e transporte pra não judiar muito do carro.

Cânion Itaimbezinho 

Canions_ (2)

Cânion Itaimbezinho.

O Cânion Itaimbezinho é o Cânion mais famoso da região e sua formação rochosa existe a cerca de 130 milhões de anos. É um dos maiores cânions do Brasil, com quase 6 mil metros de extensão e com largura máxima de 2 mil metros. Os paredões rochosos atingem até 720 metros de altura. O nome do cânion tem sua origem no Tupi-Guarani, onde Ita significa pedra e Aí’be significa afiada.

O Itaimbezinho está situado no Parque Nacional dos Aparados da Serra, a cerca de 18 km do centro de Cambará do Sul, no RS e 22 km do centro de Praia Grande, em SC. A estrada é melhor pra quem vem de Cambará do Sul.

Além da trilha do Rio do Boi, que é feita no interior do Itaimbezinho, também existem 2 trilhas que ficam na superfície do Cânion. Nós fizemos as 2 trilhas, a trilha do Cotovelo e a trilha do Vértice, ambas são de nível fácil.

A trilha do Vértice, é uma trilha de cerca de 30 minutos (1,4 km) que vai até a borda do Cânion Itaimbezinho. A trilha parte do centro de visitantes do Parque Nacional dos Amparados da Serra e proporciona uma bela vista da Cascata do véu da Noiva e da Cascata das Andorinhas, com 700 metros de queda. A visibilidade pode variar, devido a nevoa proporcionada pela queda das cascatas e vale a pena aguardar alguns minutos pra que a visibilidade abra.

Canions-6

Um brinde a beleza dos Cânions do RS e SC. Foto: Maicon (Frejat)

Canions-7

Olha o visual!!!

Canions-4

Cascata das Andorinhas.

A trilha do Cotovelo, é um pouco mais longa, com cerca de 6,3 km. A trilha também parte do centro de visitantes e é feita, na maioria do percurso, em estrada de terra.

Seu ponto alto é o mirante, de onde é possível ter a melhor vista do imenso Cânion Itaimbezinho.

Canions_ (1)

Vista a partir do Mirante.

Canions-10

Mirante. Foto: Kessley Pereira.

Após o Mirante a trilha prossegue por mais alguns metros, margeando a borda do Itaimbezinho e chegando a um lugar que proporciona uma bela vista do Cânion, por outro ângulo.

Canions-13

Aquele momento em que você só agradece! Foto: Maicon (Frejat)

Canions-16

Cânion Itaimbezinho.

Fique atento porque só é possível começar a fazer a trilha do Cotovelo até as 15 h.

O parque tem boa infraestrutura, centro de apoio, informações ao visitante e também alguns monitores espalhados pelo Parque, controlando e auxiliando aos visitantes. O horário de funcionamento é de terça-feira à domingo das 8 h às 17 h. A entrada custa R$7,00 por pessoa e o estacionamento R$5,00 por carro.

Informações:  parnaaparadosdaserra@icmbio.gov.br  Fone: (54) 3251-1277

Cânion Fortaleza

Localizado no Parque Nacional da Serra Geral, a 23 Km do centro de Cambará do Sul, o Cânion Fortaleza é um dos principais atrativos da região. O acesso é feito através de uma péssima estrada de chão com muitas pedras e diversos caminhões carregados com toras de madeira.

Canions_ (4)

O imenso Cânion Fortaleza.

O Cânion possui 7.5 km de extensão, cerca de 900 metros de profundidade e aproximadamente 2.000 metros de largura, é considerado um dos Cânions mais bonitos do Brasil. Ganhou o nome “Fortaleza” devido a semelhança de seus paredões com muralhas de antigas fortalezas.

Canions_ (9)

Cânion Fortaleza.

O parque não tem trilhas definidas e a infraestrutura turística é praticamente inexistente. Existem algumas placas que sinalizam a direção a seguir, mas nada mais que isso.

Nós optamos por fazer primeiro a trilha do Mirante e tenho que falar é demais mesmo!

A Trilha do Mirante, possui cerca de 1.700 metros, a partir do último lugar onde chegam os carros. O visual da imensidão do Cânion Fortaleza, é de deixar qualquer um de boca aberta. Do alto do Morro do Mirante é possível, em dia de tempo aberto, visualizar o litoral de SC e do RS.

Como o tempo não estava muito amigável, concluímos que não seria válido fazer a trilha da Pedra do Segredo, pois a visibilidade tinha zerado com uma intensa nevoa e a chuva estava ameaçando chegar com força. Imaginamos que se caísse uma chuva forte, a estrada ia virar um caos!

Canions_ (8)

Sem palavras…

Canions_ (7)

Sensação de liberdade.

Canions_ (5)

Cânion Fortaleza.

Ainda existe a Trilha da Pedra do Segredo, que também não fizemos desta vez, mas voltaremos um dia pra poder conferir de perto a famosa pedra de 5 metros de altura, que pesa cerca de 30 toneladas e está equilibrada em uma superfície de 50 centímetros. Louco né!

Embora não exista infraestrutura turística no Parque, é possível colher algumas dicas, mapas e informações na Casa do Turista, que fica no centro da cidade de Cambará do Sul, logo na saída para o Cânion Fortaleza. Informações:  pmc.casadoturista@terra.com.br Fone: (54) 3251.1320

Canions_ (10)

Olha quem apareceu pelo caminho.

Hospedagem

Canions_ (3)

Visual a partir do Camping Nativos do Cânion. Foto: Itamar Japa.

Quando fui fazer nossa reserva, aconteceu um mal entendido e a reserva foi confirmada pra um final de semana antes de nossa viagem. Como na data certa o Hostel encheu, não sobraram quartos e nos sobrou apenas a opção do camping (que também pertence a pousada). Ainda bem que gostamos de acampar né, menos mal.

Acampamos no Camping do Hostel Nativos do Canyon, um lugar bem tranquilo e com uma boa infraestrutura. Possui alguns chalés (um era pra ser o nosso) e uma grande aérea de Camping. Os banheiros são limpos e com água quente. O camping disponibiliza ainda uma piscina, cozinha equipada, churrasqueiras, venda de produtos de necessidades básicas e um ótimo atendimento do Sr Aldo. O Hostel possui 2 sedes, uma no centro e outra na localidade chamada “Vila Rosa”, onde ficamos.

Hospedagem em Praia Grande, Contato:

Hostel Nativos dos Canyons: http://ajnativosdoscanyons.com.br

Tel: (48) 3532-0078 Email: ajnativosdoscanyons@yahoo.com.br


QUER AJUDAR O DMEC SEM GASTAR MAIS POR ISSO? 

Utilize os nossos parceiros e ajude nosso blog:

- Encontre e reserve sua hospedagem em Praia Grande, Cambará do Sul, ou em qualquer lugar do mundo, através do Booking.com. Você não paga nem um centavo a mais e ainda ajuda o blog! Lembrando que a maioria das reservas feitas através do Booking.com podem ser canceladas.

- Contrate seu seguro viagem através da nossa parceira Real Seguro, além de estar ajudando a manter o DMEC, você vai encontrar o melhor preço, pois a Real Seguro faz cotações com as melhores seguradoras do mercado!


Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>