Saiba como economizar dinheiro pra próxima viagem.

Este post vai te ajudar a poupar dinheiro pra uma nova viagem. Saiba mais: Mais »

Islas del Rosario e Isla Baru, passeio clássico de Cartagena de Indias

Um dos passeios mais procurados em Cartagena de Indias é o passeio até as Islas del Rosário e Isla Baru... Saiba como é... Mais »

Catedral de São Basílio, a igreja mais bonita do mundo!!!

Conheça a Catedral de São Basílio, um dos maiores cartões postais da Rússia e uma das igrejas mais bonitas do mundo. Mais »

Conheça o Parque Nacional Morrocoy, na Venezuela.

O Parque Morrocoy é um dos cantinhos mais bonitos do Caribe Venezuelano. Saiba mais. Mais »

 

Conheça a Lapa, no Paraná. A cidade que mudou a história do Brasil

Você sabia que bem próximo de Curitiba existe uma das cidades mais importantes da história do Brasil? Conheça a Lapa, a cidade que mudou a história do Brasil!


Acompanhe o DMEC no Instagram: @demochilaecaneca
No Paraná nós usamos a hastag #dmecnopr

 Lapa 

Localizada nos Campos Gerais paranaenses, a cerca de 70 km de Curitiba, a cidade da Lapa é uma de nossas cidades preferidas. Linda e cheia de história, a cidadezinha tem como base de sua economia a atividade agropecuária, porém tem atraído cada vez mais turistas que ficam encantados com suas ruas de pedras e suas históricas casas coloridas.

O que ver na Lapa - PR

Lapa – PR

Lapa – História 

Fundada em 1769, a cidade da Lapa é uma das cidades mais antigas do Paraná. Sua origem deve-se a passagem dos tropeiros que atravessavam a região e faziam da localidade uma de suas paradas. Os tropeiros ficavam cerca de 6 meses na cidade, no período chamado de “invernada do gado”, quando os  animais que eram levados até Sorocaba, descansavam e engordavam.

lapa_pr-4

A localidade foi chamada inicialmente de Freguesia de Santo Antônio da Lapa, e estava sob a jurisdição da então “vila de Curitiba”. Em 1806 foi denominada Vila Nova do Príncipe e em 1872 foi elevada à categoria de cidade, sendo nomeada simplesmente: Lapa.

Entre janeiro e fevereiro de 1894, a Lapa foi palco do capítulo mais marcante de sua história, quando a pequena cidade resistiu durante 26 dias as tropas federalistas que tentavam chegar a capital da recém declarada República do Brasil. O famoso combate, chamado Cerco da Lapa, é um dos capítulos mais importantes da história nacional.

Sua economia se desenvolveu baseada em atividades de apoio aos tropeiros e mais tarde, a região foi uma das mais importantes na emancipação do estado do Paraná, pois era um dos maiores polos de exploração e exportação de erva-mate e madeira.

Cerco da Lapa 

Se você ficou pensando que foi algum exagero a afirmação de que a Lapa mudou a história do Brasil, fique sabendo que isso é totalmente certo! Para o bem ou para o mal, a Lapa teve papel fundamental na história do Brasil e foi uma das principais responsáveis no fracasso da Revolução Federalista.

lapa_pr-19Os Federalistas, também chamados Maragatos, já tinham tomado várias cidade importantes do Paraná, como Paranaguá, Tijucas do Sul e Curitiba, mas na Lapa enfrentaram a maior e mais heroica resistência. Segundo conta a história, os Maragatos tinham como plano tomar a Lapa em menos de 48 horas, mas foram surpreendidos pelas tropas lapianas lideradas pelo General Ernesto Gomes Carneiro, um experiente militar veterano da Guerra do Paraguai.

A guarnição militar lapiana, composta por 639 soldados e alguns voluntários, enfrentou mais de 3000 soldados Maragatos, resistindo heroicamente, sendo derrotados só depois que o seu comandante, General Carneiro, morreu devido a ferimentos da batalha. Diz a lenda que suas últimas palavras foram: “Resistência, resistência… Resistamos camaradas, porque nós, soldados, não temos direitos, mas apenas deveres a cumprir, e os deveres de um soldado resumem-se em um único, queimar o último cartucho e depois morrer”.

O famoso Cerco da Lapa resistiu heroicamente durante 26 dias e deu tempo para que as forças de Floriano Peixoto se reforçassem em Itararé – SP, impedindo que os revoltosos chegassem a capital, o Rio de Janeiro.

No centro da Lapa uma placa conta um pouco do cerco da Lapa e deixa bem claro que “A Lapa sepultou seu bravos heróis, mas também cavou o tumulo da Revolução Federalista”.

O que ver na Lapa

  • Monumento ao Tropeiro 

Logo na entrada principal da cidade um grande painel recorda os tropeiros que trafegavam pela região e foram os principais responsáveis pelo surgimento do vilarejo, que posteriormente se tornou a cidade da Lapa. O mosaico em azulejos foi feito pelo renomeado artista curitibano Poty Lazzarotto. O painel fica localizado na entrada da cidade, justamente no mesmo local por onde chegavam os tropeiros…

lapa_pr lapa_pr-2

Seguindo a Av. Munhoz da Rocha (Av. das Tropas), chega-se ao Centro Histórico da Lapa. Antes não deixe de notar os canhões e monumentos militares espalhados pela Avenida.

Lapa Canhões

Canhões militares espalhados ao longo da Av. das Tropas.

  • Centro Histórico

Quem nos acompanha sabe o quanto gostamos de caminhar pelas ruas das cidades. Na Lapa, não poderia ser diferente e o seu centro histórico é um lugar propicio para sair caminhando.

Centro Histórico da Lapa

Centro Histórico da Lapa.

As ruas do Centro Histórico da Lapa ainda são pavimentadas com as mesmas pedras dos tempos das batalhas históricas da cidade. Suas casas coloridas foram as primeiras do Paraná a serem tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). A cidade reúne o maior conjunto arquitetônico tombado do estado e um dos maiores do sul do Brasil. São 14 quarteirões, com 235 lotes e muitas casinhas lindas e coloridas.

Casa Lapa

Detalhes das casas do Centro Histórico da Lapa.

A visita ao Centro Histórico deve começar após a visita ao Centro de atendimento ao turista que fica na Praça General Carneiro nº 106 (Tel. 41-3911-1165). No Centro de atendimento ao turista é possível pegar mapas e obter informações sobre como percorrer a cidade. Além disso é possível assistir um vídeo contando um pouco da história da Lapa, incluindo o famoso Cerco da Lapa.

E é justamente no Centro Histórico que estão alguns dos principais atrativos da cidade.

lapa_pr-31

Centro Histórico da Lapa.

  • Praça General Carneiro 

Além de ser o local onde fica o Centro de atendimento ao turista, a Praça General Carneiro está rodeada por alguns dos principais atrativos da cidade. A Igreja Matriz, o Teatro São João e o Museu Histórico. Em seu centro está a estátua do General Carneiro, o grande herói da cidade. Além dos edifícios mencionados, diversos casarios antigos rodeiam a praça.

lapa_pr-43

Um pedacinho da Praça General Carneiro, frente a Igreja Matriz da Lapa.

  • Paróquia Santo Antônio da Lapa/ Igreja Matriz

A Igreja Matriz é a construção mais antiga da cidade e uma das igrejas mais antigas do estado do Paraná. Sua construção foi iniciada em 1769 e concluída em 1784. Foi construída por escravos e inicialmente utilizou a técnica de “taipa e pilão” (terra úmida comprimida entre tábuas móveis).

Praça General Carneiro

Igreja Matriz da Lapa, a igreja mais antiga do Paraná.

A igreja foi tombada pelo Instituto do Patrimônio histórico e Artístico Nacional no ano de 1938. É muito bem conservada e seu interior guarda elementos originais do período em que foi fundada, realmente vale a pena visitar o seu interior.

lapa_pr-44 lapa_pr-45

  • Teatro São João 

Localizado em frente a Praça General Carneiro, em sentido oposto a igreja, o Teatro São João é o terceiro teatro mais antigo do Brasil e um dos mais belos atrativos da cidade. Sua arquitetura mescla o estilo neoclássico com influência elisabetana e italiana.

Teatro São João Lapa

Teatro São João

Já recebeu a visita ilustre do Imperador D. Pedro II e sua comitiva e serviu de enfermaria durante o cerco da Lapa. Atualmente funciona como centro cultural e está aberto a visitação.

lapa_pr-6  lapa_pr-7

Para visitar o Teatro São João é preciso pagar uma taxa de R$3,00, esta taxa da direito a entrada em todos os museus (com exceção da Casa Lacerda, que é federal) e acompanhamento de um guia, que conta as características das edificações, suas participações no cerco da Lapa e outras curiosidades.

  • Museu Histórico da Lapa

Bem ao lado do Teatro São João está o Museu Histórico da Lapa. Nesta casa faleceu o General Carneiro em 1894.

Museu Histórico da Lapa

Museu Histórico da Lapa (ao lado do Teatro São João).

Logo na entrada você vai perceber a importância histórica do local e o capricho na conservação. Os atendentes vão te dar um chinelo com solado feito em lã para que o soalho original não seja degradado!

lapa_pr-9

O acervo do museu basicamente é formado por armas e muitas peças que remetem ao Cerco da Lapa e ao herói lapiano, o General Carneiro.

.O que ver na Lapa O que ver na Lapa

  • Panteão dos Heróis 

Outro ponto dos mais importantes da cidade é o Panteão dos Heróis. Nele estão sepultados os restos mortais dos combatentes no Cerco da Lapa, incluindo o General Carneiro. Por tradição a grafia em espanhol foi mantida, (Panteon dos Heroes), já que muito dos combatentes da época, falavam espanhol, principalmente pelo lado dos federalistas. Inclusive o nome “Maragatos” é uma referência ao fato de boa parte do contingente federalista ser formado por colonos espanhóis da Maragateria, na Espanha. A conotação pejorativa atribuída pelos legalistas aos revoltosos, tinha como objetivo atribuir a identidade dos federalistas a estrangeiros.

lapa_pr-38

Panteon dos Heroes

Segundo o site da prefeitura da Lapa, o Panteão dos Heróis da cidade é “o único do país que atende ao critério que caracteriza o conceito de panteão: abrigar restos mortais de heróis”.

Panteão dos Heróis Lapa

O interior do Panteão e os combatentes no Cerco da Lapa.


LEIA TAMBÉM:

CONHEÇA PRUDENTÓPOLIS – A PEQUENA UCRÂNIA
ESTRADA DA GRACIOSA – UMA DAS ESTRADAS MAIS BONITAS DO BRASIL


Os canhões que estão a frente do Panteão (Krupp 75 mm) são originais da batalha do cerco da Lapa.

Canhões cerco da Lapa

Canhões em frente ao Panteão.

  • Casa Lacerda 

Localizada bem em frente ao Panteão dos Heróis, sob a mira dos canhões que participaram do cerco da Lapa, a Casa Lacerda serviu de quartel general das forças lapianas durante o cerco da Lapa. Foi justamente na primeira sala da casa que foi assinado a ata de rendimento dos lapianos, após a morte do General Carneiro.

lapa_pr-61

A casa é toda mobiliada com móveis da época e assim como no Museu Histórico, para conhecer a Casa Lacerda, é preciso utilizar um chinelo especial.

Casa Lacerda - Lapa Casa Lacerda - Lapa

Construída entre 1842 e 1845 pela família Lacerda, é o único museu federal existente na cidade. Seu acervo tem como objetivo demostrar como era uma casa de uma família rica da época.

  • Casa da Memória 

Diz a lenda que o antigo dono desta casa teria ganho na loteria imperial após sonhar com cavalos alados. Para comemorar,  mandou construir a casa e mandou esculpir os cavalos que lhe deram sorte através do sonho.

lapa_pr-40

Casa da Memória

Muitos anos depois, a casa foi adquirida pela prefeitura da cidade e hoje é um pequeno museu que guarda muitos objetos históricos e vários documentos importantes.

Casa da Memoria

Livro com marcas de tiros do combate do Cerco da Lapa.

Bem ao lado da Casa da Memória fica o Memorial Ney Braga, um museu que conta um pouco da história do ilustre politico lapiano.

  • Casa Vermelha

A Casa Vermelha é uma das construções mais antigas da cidade e serviu como pousada para os tropeiros que passavam pela região. O edifício ainda conserva muitas partes originais e inclusive é possível ver a parte interna das paredes feitas através de “taipa e pilão”, também conhecido como “pau a pique”.

lapa_pr-25 lapa_pr-29 lapa_pr-30

Atualmente a Casa Vermelha é o centro de Artesanatos locais, onde é possível encontrar vários artesanatos regionais, lembranças etc.

lapa_pr-27

Artesanato representando a Congada da Lapa.

Na Casa Vermelha também existem 2 pequenos museus. Um, o Museu do tropeiro, resgata um pouco da história dos tropeiros, com roupas e objetos típicos; o outro é dedicado a Congada da Lapa, aliás a Lapa é a única cidade do Paraná onde esta tradição da cultura negra ainda é preservada.

lapa_pr-26 lapa_pr-58

  • Museu de Armas 

Inaugurado em 1868, a edificação em estilo português, funcionou como a primeira cadeia da cidade e também abrigava a Câmara Municipal no andar superior… Aliás, abrigava não, abriga já que esta é o única Câmara de Vereadores no Paraná que mantém seu funcionamento em prédio original.

Museu de Armas Lapa

Museu de Armas

A cadeia, por sua vez, já não existe mais e o espaço utilizado para aprisionar pessoas abriga desde 1974 o Museu de Armas, com um acervo de armas utilizadas na Revolução Federalista e em outras guerras.

lapa_pr-63

Acervo Museu de Armas da Lapa.

  • Monumento ao Barão dos Campos Gerais

Ao lado do Museu de Armas está o Monumento ao Barão dos Campos Gerais, dedicado a um dos maiores tropeiros do Brasil no século XIX. Seus restos mortais e também os de sua esposa estão enterrados neste monumento.

  • Igreja de São Benedito

Algumas quadras acima fica a Igreja de São Benedito, que segundo os lapianos, é o maior santuário do mundo dedicado a São Benedito.

Conforme citado anteriormente, a Lapa é a única cidade do Paraná em que acontece a Congada, e São Benedito é o padroeiro da festa, que acontece no dia 26 de dezembro.

  • Parque Estadual do Monge 

Um pouco mais distante do centro da Lapa, está o Parque Estadual do Monge. Neste local viveu o lendário monge João Maria D’Agostinis, que entre outras coisas estudava plantas, curava doentes e até fazia milagres.

No Parque do Monge é possível ver algumas formações rochosas características da região, aliás, o nome da cidade: Lapa, é justamente, uma referencia a estes tipos de formações rochosas.

lapa_pr-64

Rocha característica da região no Parque Estadual do Monge.

A gruta do Monge, onde viveu D’Agostinis, atrai muitas pessoas que buscam o local em romarias religiosas. Existe inclusive um espaço onde centenas de fieis deixaram suas ofertas por “graças” atendidas.

A história não é muito clara, mas alguns afirmam que outros monges passaram pela região da Lapa e segundo alguns historiadores, um destes monges teve participação importante na Guerra do Contestado.

  • Mirante do Cristo 

Quase na entrada do Parque do Monge fica o Mirante do Cristo. A partir dali é possível ter uma bela vista dos Campos Gerais no segundo planalto paranaense, além de uma vista panorâmica de parte da cidade da Lapa.

lapa_pr-41

Visual.

Tenho que contar um segredo pra vocês: o pôr do sol neste lugar é um dos mais lindos que já vimos na vida! Sem exageros!

Mirante do Cristo - Lapa

Mirante do Cristo – Lapa.

Vai por mim, se o tempo estiver limpo, não exite em sentar no gramado que fica abaixo do Cristo (siga o carreiro) e aprecie o espetáculo da natureza!

lapa_pr-34 lapa_pr-42

  •  Museu do Mate 

Também um pouco mais distante do centro está o primeiro engenho da cidade, fundado em 1879 em um período em que o cultivo de erva mate era uma das principais atividades do estado. O museu possui um acervo voltado ao cultivo da erva mate, além de objetos do tropeirismo.

Como chegar na Lapa 

De Carro: Partindo de Curitiba, a maneira mais fácil de chegar até a Lapa é através da cidade de Araucária, pela  BR 476, a Rodovia do Xisto. São cerca de 70 km. Vale ressaltar que existe um pedágio bem caro, assim como os demais pedágios do estado.

De Ônibus: A empresa Expresso Maringá faz o trajeto Curitiba – Lapa em 7 horários diários.

A Lapa possui alguns atrativos em sua zona rural, como cachoeiras, alambiques e sítios. Outro atrativo da cidade é a gastronomia lapiana, mas tudo isso é assunto para um próximo post.


QUER AJUDAR O DMEC SEM GASTAR MAIS POR ISSO? 

Utilize os nossos parceiros e ajude nosso blog:

– Encontre e reserve sua hospedagem na Lapa, em Curitiba, ou em qualquer lugar do mundo, através do Booking.com. Você não paga nem um centavo a mais e ainda ajuda o blog! Lembrando que a maioria das reservas feitas através do Booking.com podem ser canceladas.

– Contrate seu seguro viagem através da nossa parceira Real Seguro, além de estar ajudando a manter o DMEC, você vai encontrar o melhor preço, pois a Real Seguro faz cotações com as melhores seguradoras do mercado!


Share

46 Respostas para Conheça a Lapa, no Paraná. A cidade que mudou a história do Brasil

  1. Nossa, que post interessante. Não conhecia a cidade e adorei todas as informações. O Brasil tem mesmo muitas riquezas a serem exploradas…

  2. Nossa, que cidade linda. Lembra tanto a cidade de Parati e as cidades históricas de Minas né? Fico encantada como nosso país ainda tem cantinhos que sequer imaginamos que existam.
    bjs
    Dani Bispo

  3. Bem que cidade cheia de história! E aquele por do sol era lindo mesmo 🙂 Obrigada pelas dicas, é sempre bom descobrir um bocadinho mais do Brasil, sem serem os locais mais conhecidos internacionalmente.

  4. Adoro conhecer lugares novos. Principalmente quando tem história pro meio.

  5. Muito legal o post, eu não conhecia a história nem a cidade, fiquei super animado para visitar!

  6. Que máximo. Nunca tinha ouvido falar, achei a cidade uma graça e o post super completo, cheio de história e informações práticas. Próxima vez que for ao Paraná, vou querer conferir.

  7. Pô, que legal! A gente acaba explorando tanto as cidades históricas de outros países e não conhecemos joias como essa.

    Que legal saber que existem museus e locais tão bem conservados.

  8. Que cidade maravilhosa! Gostei especialmente do facto de terem preservado o pavimento em pedra ruas do Centro Histórico e do Teatro São João. Hoje fiquei a conhecer um pouco mais de história do vosso país!

  9. Que demais hein! Eu amo muito lugarzinhos pitorescos e inspiradores como o ilustrado aqui! Belo post, sem dúvidas já deu vontade de visitar 🙂 Abração!

  10. milena queiroz disse:

    Estou doida para conhecer a Lapa e depois que li o post, fiquei mais instigada ainda!! Muito bem escrito, me deixou com vontade é de ir hoje mesmo conhecer essa cidade maravilhosa!!

  11. Morei nos anos 70 e 80 na Lapa morei num Colégio de freiras das irmãs vicentinas e adoraria retornar a Lapa q sdd tenho

  12. jose disse:

    Não sou Lapeano, mas quando tinha 11 anos, nos anos 70 desembarquei na rodoviária velha no centro da Lapa ao lado do Hospital em frente a igreja matriz numa noite muito fria e residi por 6 anos na Lapa, aprendi a amar esta cidadezinha querida, de gente boa, joguei muita bola por aqueles campinhos de futebol que existia na época, resido atualmente em Curitiba, mas não esqueça desse lugar maravilhoso que é a Lapa.

  13. Sergio disse:

    Ótimo post. Conheço a cidade, é bem charmosa, tem uma festa de Santo Antônio bem legal e vale a pena conhecer sua história.

  14. Wendy, disse:

    Aonde se localiza o parque de offimos

  15. Araldo Gonçalves Dias disse:

    01/01/2018 releio os fatos e imagens históricas.É bom e refletir sobre os conhecidos e desconhecidos heróis que deram a vida pelo Brasil em seus atos heroicos regionais no assunto presente a região da Lapa paranaense.Valores que engrandecem e devem ser cultivados na memória para a construção pelo exemplo,um Brasil mais amado.

  16. silvia disse:

    Gostaria de saber a referência dos estilos de construção dos casarios. Será portuguesa?

  17. André Valdira da Lapa disse:

    Olá amigos, Minha descendência é Portuguesa, meu sobrenome é Lapa, por causa de meu bisavô Antonio Ricardo da Lapa, alferes da coroa portuguesa. Tenho uma história, bastante rica.

  18. José Silveira disse:

    Eu amo história conhecer a história da Lapa foi muito bom para mim, faz apenas um ano que conheço a Lapa mas já viajei em suas histórias

  19. Valmir cunha disse:

    MORO EM TOLEDO, TODO ANO PASSO POR LAPA PARA IR NA PRAIA, E NÃO SABIA QUE ERA ESSA LAPA. ESSE ANO VOU FICAR UM DIA NESSA CIDADE.

  20. Joao Tiago Carneiro disse:

    Conheci a lapa em 2003.
    Quando fui para ver a onde eu iria servir o exército em 2004.

    Cidade adoravel.
    Quantas saudades.
    Amigos que fiz.
    Namoradas que deixei…

    As vezes vou para lá e é sempre emocionante.

  21. Sandra Buosi disse:

    Eu e meu marido vamos até Curitiba para ver as crianças cantando músicas de Natal. E pelo seu post decidimos esticar o passeio e visitar a Lapa. Muito obrigada pela dica. Um abraço

  22. Graça Servilha disse:

    Como chegar na cidade, saindo de Curitiba?
    Um dia é suficiente para conhecer e curtir a cidade??
    Aguardo e agradeço,
    Graça

    • Itamar Japa disse:

      Olá Graça, sim um dia é suficiente pra conhecer a cidade, que é bem pequena.
      Quanto a chegar lá partindo de Curitiba existem 2 maneiras, acho que a maneira mais fácil é através de Araucaria, pela PR-476, a Rodovia do Xisto.
      Depois nos conta como foi a experiência! Qualquer coisa que possamos ajudar, estamos aí! Boa viagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *