Saiba como economizar dinheiro pra próxima viagem.

Este post vai te ajudar a poupar dinheiro pra uma nova viagem. Saiba mais: Mais »

Islas del Rosario e Isla Baru, passeio clássico de Cartagena de Indias

Um dos passeios mais procurados em Cartagena de Indias é o passeio até as Islas del Rosário e Isla Baru... Saiba como é... Mais »

Catedral de São Basílio, a igreja mais bonita do mundo!!!

Conheça a Catedral de São Basílio, um dos maiores cartões postais da Rússia e uma das igrejas mais bonitas do mundo. Mais »

Conheça o Parque Nacional Morrocoy, na Venezuela.

O Parque Morrocoy é um dos cantinhos mais bonitos do Caribe Venezuelano. Saiba mais. Mais »

 

Palavreados e gírias curitibanas que você deve conhecer antes de visitar Curitiba.

Você está pensando em conhecer Curitiba!? Então está no lugar certo! Este post será bastante útil pra você! Hoje iremos revelar algumas palavras e gírias curitibanas que nós usamos! Confira este post e fique por dentro quando estiver aqui em nossa cidade! Se liga no post piazada!


Acompanhe o DMEC nas redes sociais: Instagram | Facebook | Twitter | Pinterest
No Paraná nós usamos a hastag #dmecnoPR


Palavreados e Gírias Curitibanas. 

Curitiba, famosa pelo povo fechado e por ser a capital mais fria do Brasil, destaca-se pela fama de cidade organizada, limpa e que tem cuidado com o meio ambiente. Apesar da fama, que outrora realmente foi um diferencial em nossa cidade, hoje as coisas mudaram um pouco e tudo isso já não é mais como antigamente. Tampouco o Curitibano é fechado e anti-social como já foi no passado… Tá, tudo bem, só um pouquinho. 😉

Então piazada, se liga neste post, que tem bastante coisa utilizada por nós curitibanos e seguramente muita gente nunca ouviu falar. Algumas gírias citadas usamos no cotidiano, mas outras nem tanto, entretanto todas as palavras, expressões e gírias deste post são curitibanas.  Confira:

VINA – Começaremos o nosso vocabulário curitibano com uma das palavras mais emblemáticas de nosso vocabulário, a famosa VINA, ou simplesmente a salsicha tipo vienense, que no alemão é “Wiener”, cuja pronuncia em alemão é: VINA!!!  Rá!!!

Exemplo: Um Cachorro quente com 2 vinas.

BÉRA – Uma das palavras mais importantes do universo: significa cerveja!

Exemplo: Piá, vamos tomar uma béra?

PIÁ – Teoricamente Piá é como chamamos os meninos/garotos pequenos, entretanto, também é como chamamos os jovens, normalmente os mais íntimos. Do “piá” surgem diversas variações como piazinho, piazão, piazote, que não necessariamente se referem ao aumentativo e diminutivo. O plural de piá é piazada, amplamente falado em Curitiba.

Exemplos: Aquele piá torce pro Atlético, como o pai dele; O piá vamos pra Morretes domingo?; O piazada vamos pra Ilha do Mel final de semana?

GURIA – Guria é o termo usado pra chamar as meninas jovens. Ao contrário do “piá”, que teoricamente se refere a um garoto pequeno, mas também é usado pra chamar jovens de todas as idades, o “guria” já é especifico para garotas jovens. Quem não conhece a Andy do Apure Guria, aliás APURE também é muito usado aqui em Curitiba! Significa ande rápido, se agilize!

Exemplo: Aquela guria foi pro Largo da Ordem comer Carne de Onça no Bar do Alemão.

LARGAR OS BETS – O termo é utilizado quando alguém desiste de alguma coisa.

Exemplo: Piá tá namorando com aquela Guria? – Não tô mais cara, larguei os bets!

FRIACA – Quando está muito frio se diz friaca.

Exemplo: Fui acampar no Anhangava e tava uma friaca, quase morri congelado.

JAPONA – Japona é um casaco grande usado no frio. Uma jaqueta grande com zíper na frente com, ou sem capuz.

Exemplo: Piá, tá uma friaca lá fora, não esquece a japona!

BERMA – O mesmo que Bermuda.

Exemplo: Piá, vou passar em casa, pôr uma berma e vou correr no Barigui. Bora lá?

PIÁ DE PRÉDIO – Termo usado pra referenciar e fazer chacota de alguém que não sabe fazer alguma coisa básica; pessoa que não tem a malicia das ruas; que nunca jogou “bets” na rua; pessoa criada em berço de ouro; playboy.

Exemplo: Não sabe soltar raia? Mas é um piá de prédio mesmo!!!

MALÁRIA – O contrário de piá de prédio.  O termo malária surgiu nos anos 90 e geralmente fazia referência aos roqueiros que frequentavam o Largo da Ordem. Com o tempo o termo passou a abranger também o significado de “malaco”, ou “maloqueiro”, mas não tem a ver com a pessoa ser pobre, mas sim ser maluco, do tipo que gosta de beber, fazer bagunça e não se importa em se “vestir bem”.

O termo ganhou até uma música da banda curitibana Motorocker, banda reconhecida pela própria banda Ac/Dc, como a melhor banda cover do Ac/Dc no mundo. Aliás a música está cheia de referências que só um legitimo curitibano pode entender.

Exemplo: Vamos pro Largo da Ordem tomar tubão junto com a malária?

Escute a música “Salve a Malária” da banda Motorocker:

TIGRE/TIGRADA – O mesmo que malária, mas mais perigoso, maloqueiro.

Exemplo: Piá nem vamos pra aqueles lados tem uma tigrada lá, tá meio sinistro!

TUBÃO – Pra quem ouviu a música e escutou a palavra tubão e coquinho, informamos que tubão é uma bebida tipica da Malária curitibana. Trata-se de uma garrafa pet, onde é adicionado ao refrigerante algum tipo de bebida alcoólica, como vodka, pinga, conhaque etc.  Quanto mais álcool mais tubão!

Exemplo: Piazada do céu, no largo da ordem só tem malária tomando tubão!

DJANHO – Alguma coisa muito foda e ruim; diabo! Se diz quando está puto com alguma coisa.

Exemplo: Piá do djanho, frio do djanho, calor do djanho, trânsito do djanho!

NO GALETO –  Realizar alguma coisa em alta velocidade! Quer dizer: muito rápido.

Exemplo: Cara o ligeirinho passou tão no galeto que até me assustei.

EXPRESSO/VERMELHÃO/BIARTICULADO – Expresso é um termo utilizado pelos curitibanos mais antigos e refere-se ao ônibus que ganhou pista exclusiva, dando a Curitiba destaque mundial pelo sistema de transporte público. O termo vermelhão também é utilizado por curitibanos mais velhos e também refere-se ao ônibus expresso, que é vermelho. Mais tarde o ônibus expresso ganhou carros mais modernos biarticulados e daí a origem do termo Biarticulado.

Exemplo: Vamos pro centro com o Expresso/Vermelhão/Biarticulado, ou com o ligeirinho?

Girias Curitibanas.

Gírias Curitibanas – o Buzão curitibano: Biarticulado.

LIGEIRINHO – Se refere ao ônibus de linha direta implantado no sistema de transporte público de Curitiba, em 1991. O ônibus se diferenciava na época por não fazer paradas frequentes e por este motivo ganhou o apelido de “ligeirinho”.

Exemplo: Vamos pegar o ligeirinho porque tenho que chegar rápido lá do outro lado da cidade.

CANALETA – Se refere a via exclusiva dedicada aos ônibus expressos.

Exemplo: Piá vamos lá andar de Skate/Bike na canaleta do Expresso? – Não rola cara, é proibido!

TUBO – Local de parada dos ônibus ligeirinhos e expressos. Espécie de ponto de ônibus curitibano.

Exemplo: Te espero no primeiro tubo depois do terminal do Santa Candida.


LEIA TAMBÉM: 

+ CONHEÇA OS 10 PRINCIPAIS PARQUES DE CURITIBA.
+ CONHEÇA 9 ATRATIVOS IMPERDÍVEIS EM CURITIBA.
+ CONHEÇA 9 LUGARES PRA CONHECER EM CURITIBA EM DIAS DE CHUVA.


TORÓ – Quando vai cair muita chuva; temporal.

Exemplo: Vou correr pra minha casa porque tá vindo um toró aí!

MIMOSA – A fruta chamada em outros lugares de Bergamota, ou poncã. Aquela bem grande sabe?

Exemplo: Piá! Comprei uma Mimosa ontem na feirinha e tava uma delicia! Tesão piá!

MIGUÉ – DOLANGUE – Dizemos migué, ou dolangue pra mentira. O famoso Fake-News que estamos acompanhando muito atualmente.

Exemplo: Piá do céu, sabe o meu vizinho? É o maior miguezeiro/dolangueiro! Quase tudo que o cara fala é migué/dolangue!

ARREGADO – Dizemos quando a pessoa está com sorte. Também pode se referir a um grande volume.

Exemplo: Piá, tô arregado, conheci uma gata ontem, vou sair com ela de novo; Que porção de batata arregada neste boteco.

PENAL – Estojo escolar utilizado pra guardar lápis, borrachas, apontadores etc.

Exemplo: Comprei um penal novo porque roubaram meu antigo.

SEU LOQUE! – Usado em diversas situações, tem o mesmo sentido de Mané.

Exemplo: Ôhhh seu loque, presta atenção!

COZIDO – É a pessoa que está bêbada.

Exemplo: Piá do céu! Saí ontem, tomei todas e fiquei muito cozido! mais louco que o Batmam! Não lembro de nada!

BOCÓ – Uma pessoa boba, tola.

Exemplo: Piá, seu irmão é o maior bocó!

JACU – Pessoa que se porta como caipira. Muito Tímido.

Exemplo: Piá, pare de ser jacu, vamos na festa amanhã!

LAZARENTO – Xingamento que pode ser ofensivo, ou não.

Exemplo: Mas é um lazarento, fez churrasco no Barigui e nem me convidou; Ôh lazarento, não tem pisca não!!!

CHINEQUE – Pão doce de origem alemã. Tem uma farofinha de cuque em cima. 😉

Exemplo. Comi um chineque com leite quente, tava uma delicia!

PILA – Usamos para referenciar o dinheiro.

Exemplo: Quanto tá o cachorro quente com 2 vinas? – Tá 10 pila, vai querer?

RAIA – Pipa, papagaio, pandorga.

Exemplo: O vento está bom pra soltar raia hoje.

BOLACHA – Estamos no time da bolacha!

É isso aí piazada, espero que o post esteja arregado e que vocês tenham curtido! Você conhece todas estas expressões e gírias curitibanas? Se esquecemos alguma coisa, deixe aí nos comentários pra gente acrescentar!

Não fizemos o post em ordem alfabética pois fomos fazendo conforme fomos lembrando! Não seja loque, se você não gostou disso reclama aí nos comentários!


QUER AJUDAR O DMEC SEM GASTAR MAIS POR ISSO? 

Utilize os nossos parceiros e ajude nosso blog:

– Encontre e reserve sua hospedagem em Curitiba, ou em qualquer lugar do mundo, através do Booking.com Você não paga nem um centavo a mais e ainda ajuda o blog! Lembrando que a maioria das reservas feitas através do Booking.com podem ser canceladas.

– Contrate seu seguro viagem através da nossa parceira Real Seguro, além de estar ajudando a manter o DMEC, você vai encontrar o melhor preço, pois a Real Seguro faz cotações com as melhores seguradoras do mercado!

– Está pensando em alugar um carro!? Consiga o melhor preço consultando as melhores locadoras através da Rentcars.comAlém de economizar , você pode pagar em até 12x, sem IOF e o melhor, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso!


 

Share

6 Respostas para Palavreados e gírias curitibanas que você deve conhecer antes de visitar Curitiba.

  1. Jessica Cezar disse:

    hahahahaha! Morei em CTBA quando era guria! Sou do Rio, então passava cada fricada que não tinha japona que resolvesse!

    Agora tem umas gírias que nunca vi na vida! E tenho família de PoA, que costuma falar uns trem parecido com o povo de CTBA (trem, pq além de filha de gaúcho, sou tbm filha de mineira!)

    Mas tenho que confessar: me decepcionei ao saber que falar bolacha oO

    • Itamar Japa disse:

      Haha, pessoal do Rio sofre aqui mesmo, heheh!

      Haha, tem uns termos antigos aqui, alguns já nem são tão falados assim, mas marcaram gerações, por isso colocamos. Quanto a bolacha, hehe, não tem jeito né? hehe.

  2. Ruthia Portelinha disse:

    Hahhaa, adorei a onda bem-humorada deste post e as ilustrações engraçadas. Vina? Djanho? Tubão? É preciso tradução

  3. Que massa! Algumas dessas gírias eu já conhecia porque vivo visitando Curitiba e meus amigos daí as usam! Outras nunca ouvi e quando estiver ai de novo mês que vem vou mostrar a eles para ver se são curitibanos de verdade! rsrs Algumas nós usamos aqui em Salvador como friaca. Ou será que incorporei por conta dos amigos?! rrsrsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *